Criptomoeda do Facebook, Libra quer se regulamentar como meio de pagamento

Criptomoeda do Facebook, Libra quer se regulamentar como meio de pagamento

Criptomoeda do Facebook, Libra quer se regulamentar como meio de pagamento

Um dos projetos de criptomoedas mais comentados nos últimos tempos além do Bitcoin, a Libra está a menos de um ano de seu lançamento. Apesar do tempo restante até o início de suas atividades, a Associação Libra, da qual o Facebook faz parte, tenta se regulamentar como meio de pagamento.

Em um comunicado oficial nesta quarta (11), a Associação Libra falou mais sobre o tema. Com sede em Genebra, a associação afirmou que quer regulamentar junto à Autoridade Supervisora do Mercado Financeiro da Suíça (FINMA). Com isso, a Libra poderia ser considerada oficialmente um meio de pagamento no país.

O caminho para poderá não ser fácil, principalmente pelo fato que a Suíça está no encalço da Libra. Muito porque o Banco Central do país ainda não possui confiança nesta criptomoeda. De fato o SNB suíço ainda acredita que essa é uma forma de desestabilizar a política monetária do país.

Moeda Libra quer regulamentar como meio de pagamento na Suíça

A Associação Libra afirmou que quer entender mais sobre o processo de regulamentação da Suíça. Certamente, ainda não está clara a posição do país em relação à Associação Libra e sua criptomoeda. Em comunicado público, a associação deixa claro que pretende registrar um pedido de licença como meio de pagamento para a FINMA.

Para a entidade, a Suíça oferece uma série de atrativos para negócios blockchain, devido a uma regulação “neutra em tecnologia”. Com isso, a associação afirmou que o país oferece vantagens alinhadas com as normas financeiras globais, sendo estas sob forte supervisão.

Para Dante Disparte, chefe de política e comunicação da Associação Libra, o diálogo com a FINMA tem sido positivo. De acordo com Disparte, a Libra não pretende ser uma concorrente do sistema financeiro atual.

Desde que nossa visão para o projeto Libra foi anunciada há 3 meses, mantivemos nosso compromisso de que a inovação em serviços financeiros com tecnologia e forte conformidade regulatória e supervisão não estão em concorrência. Estamos envolvidos em
diálogo construtivo com a FINMA e vemos um caminho viável para um código aberto de rede blockchain para se tornar um sistema de pagamento regulamentado, com baixo atrito e alta segurança. Este é certamente um passo importante na evolução do projeto Libra, e esperamos continuar nosso envolvimento com todas as partes interessadas nos próximos meses.

Foco está em remessas e micropagamentos com criptomoeda do Facebook

Em conclusão do comunicado público, a Associação Libra deixou claro quais são seus principais objetivos. De fato o principal foco é levar o mundo financeiro para pessoas desbancarizadas.

Além disso, o comunicado acrescentou que como o código da blockchain Libra é aberto, empresários de fintechs, e demais interessados, poderão desenvolver soluções compatíveis com essa rede.

Tais soluções poderiam resolver alguns problemas, como remessas caras, micropagamentos, entre outros. Com isso, a Libra poderia ser considerada um bom meio de pagamento, com capacidade de atingir bilhões. Finalmente, a associação deixou claro que essa inovação pode emancipar os desbancarizados ao primeiro degrau da mobilidade econômica.

Cenário dos desbancarizados no Brasil é propício para chegada da Libra do Facebook

No Brasil, segundo um levantamento recente, há cerca de 45 milhões de pessoas desbancarizadas. Com isso, o acesso a soluções financeiras por essas pessoas são muito mais complicados. Isso significa na prática que a cada quatro brasileiros, um não possui (ou movimenta) conta em bancos. A população brasileira é estimada em 209 milhões, de acordo com dados do Google.

População Brasileira Atual
População Brasileira Atual – Fonte: Google

Segundo dados da Statista, o Brasil é o quarto maior país em número de usuários do Facebook. São cerca de 120 milhões de pessoas conectadas nesta rede social, ou seja, mais da metade da população. Estes dados são de julho de 2019, segundo o website.

Brasil é o quarto país com maior número de usuários do Facebook no mundo
Brasil é o quarto país com maior número de usuários do Facebook no mundo – Fonte: Statista

Finalmente, com o Facebook buscando regulamentar sua moeda Libra como meio de pagamento, o potencial no Brasil é enorme. A base de usuários do Facebook chega a ultrapassar a marca de 2,41 bilhões ativos mensais. Este dado representa cerca de um terço da população mundial atual.

Saiba mais em Criptomoeda do Facebook, Libra quer se regulamentar como meio de pagamento

Tags:
No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.